A História contada pelas Crianças

Era uma vez ...

historia

Poema

150 anos
Que bom estarmos em Família
Para festejar, a tão longa vida,
De uma casa que teve por nome
Asylo da Infância Desvalida.
Nascida de um coração generoso
Foi colo, foi calor e ninho
Para tantas, tantas crianças
Precisadas de cuidados e carinho.
Um dia mudou de nome…
Mas continuou a bater, no coração da cidade,
O coração grande, terno e acolhedor
Do Jardim de Infância Nossa Senhora da Piedade.
Um coração feito de muitos corações
Todos ao serviço das crianças, do seu bem,
Ajudando-as a crescer como Jesus
Tão feliz na casinha de Belém.
É que lá, Ele encontrou o Amor forte
Que encaminha, que ajuda dia-a-dia,
A crescer em “idade, sabedoria e graça”,
A viver no Amor, na Paz, na Alegria!
Revoadas de crianças entram e saiem,
Como fazem as andorinhas nos seus ninhos,
E deste Jardim, tratado com amor,
Nunca esquecerão afectos e carinhos.
Que é de afectos que as crianças mais precisam,
Seja qual for a sua idade,
E é com afectos que se regam as flores
Do Jardim de Nossa Senhora da Piedade.
Que Ela, Mãe deste Jardim,
Cuide das crianças, flores em seus canteiros,
E ajude os que dão carinhos e cuidados
Porque, delas, são Felizes Jardineiros.

Jardim Infantil Nossa Senhora da Piedade
21 de Abril de 2008